Na era pós genômica é cada vez maior o número de pessoas que decidem sequenciar seu material genético para identificar em seus genes a probabilidade de desenvolver determinada doença ou característica. No entanto, cabe dizer, que nem sempre o que está escrito no seu DNA, irá de fato se manifestar, pois outros fatores podem ser necessários para ativar essas variantes genéticas herdadas ao longo das gerações.
Nesse contexto, é importante saber que existe uma diferença entre o que vem determinado em nosso DNA (genótipo) e o que de fato iremos manifestar (fenótipo). Assim, o fato de você ter uma variante genética que irá determinar uma maior susceptibilidade a ter uma doença, como o diabetes, não significa necessariamente que ela irá se manifestar. Pois, outros fatores como estilo de vida (sedentarismo) e alimentação (pobre em nutrientes e rica em açúcares e carboidratos, por exemplo) irão ter um papel crucial para o seu surgimento.
Portanto, seja qual for o seu código genético, tenha sempre em mente que são suas escolhas o fator determinante para a sua saúde e o seu bem-estar, e sua genética não pode ser responsabilizada por tudo.