O colesterol é essencial para a formação de hormônios esteroides e para o funcionamento correto dos neurônios. Por muito tempo acreditou-se que o colesterol é algo ruim, que devia a todo custo ser evitado, e por isso alimentos como o ovo (rico em colesterol) seriam verdadeiros vilões da boa saúde cardiovascular.
Mas a história pode sofrer uma reviravolta: cada vez mais existem evidências científicas de pesquisas recentes que desmistificam a ideia de que o colesterol é o grande causador de doenças do coração. Diversos grupos de pesquisadores não têm encontrado a correlação entre colesterol e a maior incidência de doenças cardíacas.
Então será que a conduta dietética em enfatizar a necessidade de reduzir o colesterol a todo custo estaria equivocada? Alguns especialistas afirmam que sim! Como pessoa prudente, eu acredito que tudo o que é em excesso não faz bem. Mas podemos estar diante de uma nova conduta alimentar em que não precisamos mais demonizar o colesterol, e devemos voltar nossos olhos aos verdadeiros vilões da saúde, como parece ser o caso do açúcar.